terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Weekly Wrestlers #21 | Análise e Nova Votação

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!

Mais uma semana a contar os vossos votos e mais uma semana com um ranking totalmente novo sobre os Superstars masculinos e femininos que mais marcaram esta semana, de acordo com vocês.

Como funciona este espaço? É simples!
> Vocês (leitores do Wrestling Notícias) mandam na votação, pois cada comentário que deixem conta como um voto, seja um lutador, lutadora ou até uma equipa que mais se destacam no decorrer desta semana
> Têm até DOMINGO À NOITE para deixar os vossos votos nos comentários > Caso haja empates durante o decorrer da contagem de votos, nós teremos uma última palavra para decidir quem fica em determinado lugar
> Têm ATÉ 5 ESCOLHAS (INCLUSIVE) para deixar no comentário nesta publicação
> Os lutadores/lutadoras/equipas escolhidos por vocês, têm de ser quem vocês acham que marcou mais esta semana no wrestling (seja na WWE, TNA, ROH, Independentes, Lucha Libre, Nacional ou Puroresu)

O vosso voto conta e, como prova, vejam lá se este nosso/vosso ranking é descabido:

Há 2 semanas:

7º Lugar

Planeava-se uma defesa de título da sua parte, algo para lhe dificultar a vida. Aparece um Dario Cueto que não a facilita propriamente, só lhe dá uns desvios. Umas alterações, o main event desta edição do Lucha Underground colocaria Johnny Mundo e The Mack a enfrentar-se, sim mas não com o título em jogo. O vencedor, em vez disso, teria oportunidade de escolher a estipulação para o campeonato, na seguinte semana.

Boa chance na mesma. E a "preview" desta noite já nos deixou imensa água na boca com o espectáculo que estes dois podem dar. Mas Mundo nem é Mundo sem fazer porcaria e teve que recorrer a isso - sem querer insultar assim com tanta brutalidade os talentosos Jack Evans e PJ Black - e a um golpe baixo para vencer. Perdoamos-lo logo mal ele anuncia que, na próxima semana, teremos Mundo vs Mack toda a hora completa.

Se já foi assim desta vez, quanto mais "all night long". Venceu, favoreceu-se, deu-nos uma prenda e ainda é dos melhores mete-nojo da indústria!

Há 3 semanas:

4º Lugar

Hardys regressam à contagem do Weekly Wrestlers. WONDERFUL! Logo após terem fechado o ano em grande - enorme, gigante, caramba salvaram o mundo do Apocalipse! - já iniciam 2017 com novos desafios. Talvez dos seus mais mundanos mas numa combinação que não deixa de ser entretida. Alguém que faça quase tanto barulho como eles, agora que até recuperou o direito à voz e tudo: E-LI-DRAKE!

Drake regressa ao paleio e provoca os Hardys, puxando destes um desafio para o One Night Only Live. Drake apenas necessitaria de um parceiro. Broken Matt e Brother Nero apenas precisariam da sua loucura e isso têm em fartura. Eli Drake equipou-se com Tyrus - sim, ele ainda anda lá - e partiu para a luta no PPV. Foi do mais tradicional que se pudesse puxar dos Hardys actualmente mesmo que se fosse recorrendo de vez em quando a um pouquinho de canibalismo.

Eli Drake continuará a poder usufruir da voz mas não será Campeão à entrada de 2017. Os Hardys, ainda tão rotos da cabeça como agora os adoramos, permanecem World Tag Team Champions.
________________
Têm sido uns bons meses para Kamaitachi, já após a sua passagem pela Ring of Honor. Acabou o ano em grande, retornando à NJPW com o seu verdadeiro nome e causando impacto com notáveis vitórias e um foco: Kushida e o seu recém-conquistado IWGP Junior Heavyweight Championship.

Uma aliança com os Los Ingobernables de Japon que só o beneficiou ao dar-lhe mais domínio ainda, ameaçou Kushida. O desafio para o Wrestle Kingdom já estava feito e Takahashi parecia estar uma perna à frente. Seria no PPV que as coisas seriam realmente discutidas e resolvidas. Não foi fácil, claro que não foi, este ringue não é de brincadeiras, mas Takahashi conseguiu mesmo o grande feito, abrindo 2017 com tanta ou mais grandeza com que acabou 2016. Sai vitorioso e como novo IWGP Junior Heavyweight Champion!
________________
Já deve ter dado a entender que o Wrestle Kingdom foi uma tremenda noite de mudanças de títulos. A certo ponto os Campeões já deviam começar a recear alguma maldição.

Um dos pouco felizardos a ver títulos a fugir-lhe das mãos foi Katsuyori Shibata, que viu o seu NEVER Openweight Championship saltar para Hirooki Goto, em mais um combate de elevadíssima qualidade, que viu retomar uma velha rivalidade. Ainda para mais com Shibata a ameaçar retirar o título após esta defesa, Goto acabou premiando-se a si e salvando o cinto. Shibata reforça que quer manter-se afastado daquele título. Aqui o Hirooki Goto... Esse já começa 2017 a antever um reinado pela frente...

Há 3 semanas:

8º Lugar

O Wrestle Kingdom foi uma noite de mudanças de títulos, disse eu. E continua a ser verdade, mas não a 100%. Aqui o Tetsuya Naito conseguiu manter o seu IGWP Intercontinental Championship contra Hiroshi Tanahashi, a quem demonstrou respeito após a sua vitória.

Talvez porque para além da mera defesa do título, havia algo mais a movimentar Naito. Talvez se possa começar pelos seus Los Ingobernables de Japón, que conseguiram sair do Tokyo Dome com cintos, todos eles. O outro pormenor pode muito bem ser um bichinho a morder Naito atrás da orelha e tem a ver com o Tokyo Dome. Tetsuya Naito nunca conseguira vencer um combate lá antes, streak que agora rompeu. Vitória merecida num tremendo combate. Nem a visita do Michael Elgin podia cortar totalmente a celebração...

Há 6 semanas:

9º Lugar

(Minoru Suzuki)

2017 no Japão. É para instalar o caos nos ringues por lá, é o que parece. Arrancam com um Wrestle Kingdom que ainda deve estar a ter reacções actualmente. E segue-se com brincadeiras de invasões como esta. Agora foi Minoru Suzuki a fazer das dele.

Mas não podia ir sozinho e tinha que se fazer acompanhar por malta com quem já fez asneiras. Todos os oito que já constituíram os Suzuki-Gun. O próprio, os K.E.S. de Davey Boy Smith Jr. e Lance Archer, El Desperado, Taichi, Yoshinobu Kanemaro, Takashi Iizuka, o veterano de experiência ocidental, Taka Michinoku. Todos eles se reuniram, regressaram e invadiram a NJPW. O Campeão Okada levou forte e pouco bonito. Guerra contra toda a NJPW foi declarada, com a promessa de posse de todos os cintos. Está bonito, está...
________________
Estamos quase em época de comemoração do aniversário da explosão de uma arena quando AJ Styles marcou presença na Royal Rumble e assinalou a sua aguardada e já surreal estreia na WWE. Por agora já é WWE Champion, pode muito bem ser a Superstar do Ano e já tem as mãos cheias com John Cena outra vez. Já não é época de estar tímido.

E não parecia no seu segmento do Smackdown em que assinou contrato com Cena para uma batalha pelo WWE Championship no Royal Rumble. É sempre com aquela mesa e um falso ambiente formal que se fazem das promos mais intensas. E Styles descarregou o que muitas estrelas gostam de atirar à cara de Cena, mas com material novo extra e de muito peso: a ausência de Cena para caminhos Hollywoodescos que também ele já criticou. Cena soube defender-se bem mas será que é mesmo a era de Styles? É que quem se destacou e protagonizou este momento...

Há 2 meses:

3º Lugar

Metem-lhe a menina, a luz dos olhos dele e temos assunto sério. Nem eu conseguiria fazer algo diferente no lugar de Ambrose, caso visse Miz - brilhante, sublinho - a fazer das que anda a fazer. O estalo de Renee foi bem aplicado, mas trouxe represálias. Para todos os lados.

Já Maryse pôde também exercitar a palma da mão, tanto em Ambrose como em Renee. Por outro lado... Miz "ganhou" uma defesa de título contra Ambrose neste passado Smackdown. Um bom main event e a vitória podia ter sorrido para qualquer um, tendo em conta o que cada um deu. Pende sempre mais para Miz porque ele tem uma arma extra. Maryse. Que quase viu o seu efeito. Até pôde dar mais uma estaladinha a Ambrose, quase causando a desqualificação ao marido para o salvar. O lunático é que não foi tão lunático e convenceu o árbitro a deixar prosseguir e expulsar Maryse.

Tudo em ordem. Ambrose já tem tudo a seu favor para vencer e o Dirty Deeds selou-o. E sim, no meio disto tudo: temos um novo Campeão Intercontinental!
________________
Não é todas as semanas que temos aqui no pódio, bem perto de disputar a liderança, alguém que perdeu o seu combate. E até pode haver aquele murmurinho de uma viagem até terras do Vince, num processo a lembrar um AJ Styles II. Mas não é nada disso que o coloca aqui.

Esse murmurinho surgiu já depois de todos os espectadores terem voltado a colocar o maxilar no sítio após deixarem cair o queixo enquanto assistiam ao embate do Wrestle Kingdom 11, em que Kenny Omega perdeu com Okada, a disputar o IGWP Heavyweight Championship de Okada. "Perdeu". Perdeu sim, mas no papel, porque ficou visto como tudo menos um perdedor depois de um combate daqueles.

Qual combate? Um tal combate de seis estrelas, como certos desconhecidos andaram por aí a classificar e um embate já a disputar o título de melhor de sempre. Sim, só mais um desses, vemo-los todos os dias...
________________
Bem... Que dizer que já não se soubesse e que não tenha sido dito na entrada anterior? A não ser o facto de o Wrestle Kingdom 11 ter sido, de facto, um evento de deixar muitos de boca aberta. E muito se deve àquele main event.

E, já agora, volto à mesma questão inicial: Que dizer? Para uma pequena ideia, o esquisito do Dave Meltzer - o razoável, diga-se - classificou o embate pelo IWGP Heavyweight Championship - com SEIS estrelas e classificou-o como aquele que poderá ser o melhor combate de sempre. Muitos o acompanharam nessa ideia. Foi esse o baixinho nível de espectáculo que o IWGP Heavyweight Champion Kazuchika Okada e Kenny Omega montaram em mais de 45 minutos no fecho do Wrestle Kingdom.

A posição privilegiada de Okada? Foi o sacana que venceu esse tão humilde e discreto combate! Mantém-se Campeão e depois de uma brincadeira como esta, ficará Campeão para a vida!

Mais um Top 10 concluído, mais uma semana resumida e nós aqui prontos para outra! Já sabem como funciona, comecem já a comentar após o Raw, com aquela ou aquelas estrelas que mais marcou e prossigam ao longo da restante semana. É para continuar a contar, toca a votar!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

11 comentário(s):

Anónimo disse...

Kenny Omega vs Okada foi a melhor luta de Pro Wrestling que assisti desde Abu Zago vs. Napo Zango no Korakuen Hall.

nWoMember disse...

Chris Jericho, Noam Dar, American Alpha, John Cena, #DIY.

Rodrigo Sylva disse...

y2j, natalya, cena, america alpha, dean ambrose

Chris JRM disse...

Chris Jericho, The Undertaker, Rey Mysterio, #DYI, Aron Rex

vitor oliveira disse...

Chris Jericho, American Alpha, Lashlay, The Hardyz, John Cena

Diego Meira disse...

Tyler Bate, Matanza, Broken Hardys, Undertaker e Chris Jericho.

Soulsick disse...

Chris Jericho, AJ Styles, The Miz, Pete Dunne, Tyler Bate

Kleber disse...

Y2J, Hardys, Lashley, Tyler Bate, Pete Dunne

Italo Silva disse...

Tyler Bate, Y2J, Rey Mysterio, Undertaker

André Ribeiro disse...

Tyler Bate,Pete Dunne,Mark Andrews,Wolfgang

FaBiNhO disse...

Tyler Bate, Chris Jericho, #DIY, The Undertaker, American Alpha